Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

O remate do Rio Grande


Apresentamos a pró-cônsul do Império para a América Latina e o Caribe; phd em economia política, com dois mestrados, um em direito e diplomacia e outro em desenvolvimento econômico e economia internacional, Pamela Cox. Encarregada do Grupo Banco Mundial para nosso Continente, ela será a futura governadora de fato do Rio Grande do Sul.



Esta Nota é curta e serve para mais uma “ilação” deste temerário analista. Estamos no dia 1º de abril, ou como poucos querem recordar, no dia do Golpe Militar de ’64. Como a transição se completou com a posse de Luiz Inácio em 1º de janeiro de 2003, recheando de arenistas seu “governo de coalizão”, deixarei o verde oliva em paz por agora, concentrando o foco destas palavras na agenda da professora de economia da UFRGS pelas capitais cultural (Nova York) e política-econômica (Washington) do Império.

Percebam estas afirmações:

1) Segundo o secretário da Fazenda Aod Cunha, o empréstimo de US$ 1 bilhão de dólares pelo Banco Mundial vai gerar uma “economia” de R$ 612 milhões. Isto porque o RS vai “reestruturar” a sua dívida com a União e recorrendo ao órgão internacional para pagar menos juros ao governo Central.

2) Segundo o mesmo “chicago boy” do pago, a economia começa já nos primeiros cinco anos, totalizando R$ 458 milhões. O motivo é simples. O agiota gringo cobrará menos do que o agiota Tesouro Nacional.

3) O Banco Mundial e seu complexo de empresas de “consultoria” não quer contrapartida em dinheiro! Não, é a anti-economia, eles não querem o valor de troca, querem a capacidade decisória. Eles querem “apenas” os seguintes itens:

- compromissos de gestão

- reestruturação da dívida

- ajuste fiscal

- “solução” para a previdência social

- “modernização” do setor público

Conclusão. Estas informações eu tirei do jornal do seu Mércio, de uma coluna “econômica”, onde se afirmam conceitos seríssimos e comprometidos como neutros e “técnicos”. Na outra ponta da corda está um ex-secretário de Fazenda da Província do Eucalipto, operando como Secretário do Tesouro Nacional, e arrochando o estado para entregar o Estado nas mãos do Banco Mundial de novo.

Operação de reendividamento sem ter de arcar com o ônus político? Aposto nesta possibilidade, mesmo porque, o empréstimo tem “somente” 30 anos para ser pago. Ou seja, justo o tempo de secar os recursos hídricos do Cone Sul da América, Rio Grande de São Pedro incluído. Simultaneamente, a grande mídia do pago “acompanha” a governadora, vibra com a assinatura futura e só pergunta do Detran-RS.

Mas, é tudo coincidência e não existe uma articulação entre as empresas fabricantes de signos e bens simbólicos, os acordos com o sistema financeiro internacional, o reendividamento do governo subnacional, o uso de nossos recursos naturais, a interferência globalizada sobre nosso rincão e a afirmação do IEE e do Fórum da Liberdade: “O Mercado é o Mundo!”.

enviar •
imprimir •






« voltar