Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

O retorno da Almôndega para o reino do Turco


Homem com passado na mídia e nas artes locais, José Fogaça, ex-líder do senado no governo FHC, é um versátil e discreto político profissional.



Há alguns meses atrás, o prefeito de Porto Alegre José Fogaça anunciou que não concorreria para a reeleição. Em geral, o comportamento dos políticos profissionais é previsível. Com o inspirador dos Almôndegas, banda de pop-rock nativo dos anos ’70, não seria diferente. Quase sempre quando um político no exercício do mandato afirma que não vai concorrer para a permanência, é sinal de que é candidatíssimo. Não deu outra.

Membro do PPS do Rio Grande, Fogaça saiu no final de 2001, junto de seus companheiros de longa data, Nélson Proença, Antônio Britto, Paulo Odone e César Buzatto. O antigo operador do MR8 emedebista, Buzatto, brigou fundo na conferencia estadual do partido de Simon e Padilha. Na época, o argumento para o eleitorado era o distanciamento necessário para com o PMDB nacional e a gestão de Padilha à frente do Ministério dos Transportes de FHC. O padrinho de Alceu Moreira não estava de brincadeira com os seus à frente do DNIT. Uma versão sulina de coronelismo, forçando dobradinhas com vários deputados estaduais e com fortes suspeitas de superfaturamento.

Com o ex-DG da Polícia Federal lotado em seu gabinete, Vicente Chelotti blindava Padilha no mundo das sombras. Saíram atirando, Fogaça refugou, mas foi junto. De lá pra cá é história conhecida. Britto aposentou-se, Odone se encontra mais à vontade em seu habitat de demagogo futeboleiro e Buzatto perdera espaço na prefeitura para o ex-petista e hoje no PDT José Fortunatti. Fogaça sentiu que ainda tinha chances de concorrer para o segundo mandato e terminar a sua grande obra: A Revitalização do Centro de Porto Alegre, entregando o espaço popular para a gestão pós-moderna de um Sinduscon com capitais associados a São Paulo.

Após meses de “cerca-lourenço”, o “turco da Serra”, maestro da orquestra do emedebê antigo, Pedro Simon alicia a sua criação. Foi ele quem trouxe o professor-compositor-advogado e militante do PC do B para a oposição com legenda. Agora reconduz ao homem para o lugar de onde nunca saíra. Padilha perde espaço, Rigotto se alegra, e possivelmente teremos segundo turno no Porto dos Casais.

enviar •
imprimir •






« voltar