Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

De “chuchus” e “lulas” em debates pirotécnicos


Entre acusações sem provas e pirotecnias de propaganda política, Luiz Inácio e Geraldo Alckmin, passaram os 20 pontos em audiência no debate da TV da família Saad



O debate de domingo último rendeu laudas sem fim de análise de desempenho dos concorrentes. Entrei na roda e escrevi uma análise substantiva da capacidade de compreensão pública, do grande público me refiro, do debate em si. O tema é recorrente na ciência política contemporânea, especificamente em suas versões mais neo-neo. Isto é, neoinstitucionalista e neoliberal. Não, não é palavrão, é conceito mesmo.

Voltando ao debate, a análise substantiva não é o fato de haver debate em si, mas o que e como é debatido. Tampouco se trata de falsa polêmica, a respeito se as instituições importam? Instituições importam sim, e muito, mas o debate de uma democracia limitada implica a venda casada de uma institucionalidade de participação limitada. Assim, com pouca compreensão, pouco controle e eis a conta do chá da pouca democracia.

É óbvio que o ideológico não é nível de análise, mas esfera determinante, interdependente, estrutural e estruturante. E, assim sendo, se está escondido, escamoteado, vem embutido. É como nas análises superficiais, as premissas vêm embutidas. Na política, como nas fábricas de embutidos, vale a máxima da salsicharia inglesa. Não vejam como é fabricado senão tomam nojo e deixam de consumir.

Se e caso vivêssemos um ambiente político de maior contundência, a explicitação da falta de diferença substantiva entre Chuchu e Lula, apontaria a falta de opções do eleitorado. Não havendo remédio, remediado está, pois isso poderia ser a luz no fim do túnel sem fim da democracia limitada.

Falando em redundância, José Serra, grande derrotado em 2002, novamente derrotado por Geraldo Alckmin na interna tucana, pode ser o vitorioso no Planalto. O 2º mandato de FHC, mandato de ausência de governo proativo, teve em Serra seu grande crítico interno. Na era midiática e paulistocentrada, haveria de se fazer um diálogo econômico entre Delfim Netto e José Serra. Ia dar em capa da Carta Capital, e terminar em comício de Lula.

Se isto não é choque de paradigmas, então o que é?!

enviar •
imprimir •






« voltar