Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

O sistema de espólio e a lógica de mercado


As máquinas partidárias operando no RS caminham a largos passos para um nível operacional de corrupção política como na Argentina. O PJ bonaerense e o esquema de Macri servem de inspiração para renovar as mentalidades dos consórcios político-terceirizados-empresariais. Os partidos gaúchos avançam rumo à pós-modernidade financeira.



Um dos poucos conceitos fomulados pela ciência política cuja matriz é nos EUA e tem aplicação direta aqui no Brasil é o chamado sistema de espólio. O “spoil system” é a capacidade gerencial de um grupo de interesses, um consórcio político-eleitoral, de espoliar um ou mais órgãos de Estado. No caso da etapa atual do capitalismo e do gerenciamento privado da coisa pública, quanto mais terceirizada é a gestão, mas tecnificada é a forma de adulterar preços e serviços.

Esta nota não trata necessariamente no caso do Detran-RS, Fundae ou Finatec. O caso é de fundo. Terceirizações infindáveis geram uma cadeia de comando paralelo ao das hierarquias indicadas através do Executivo eleito. Um governador ou ministro indica um presidente de autarquia ou secretário de estado. Este monta uma equipe e fecha contratos com fundações, consultorias e institutos. No intuito de se economizar o investimento em recursos humanos sob controle estatal e com estatuto de servidor ou celetista, o controle público se perde no emaranhado de pessoas jurídicas com funções superpostas.

O problema concreto entre a literatura policial ou fiscal é que o caixa é o mesmo. O fundo dos recursos da sociedade circula nos impostos diretos ou embutidos. Se existe Estado então tem carga tributária e regime impositivo. Diminuindo a carga de impostos e aumenta-se a terceirização ou a prestação privada de atividades com fins públicos, então a relação não é cidadão-governo, mas de consumidor-empresa. Em ambos os casos, a maioria perde. A lógica de mercado não coexiste pacificamente com a idéia de prestação de serviços públicos. No caso do novo sistema de espólio, os consórcios operando sob siglas partidárias – algumas legendas até históricas – se modernizam criando formas permanentes de desvios padrão.

O último caso, não somente de roubos milionários, mas de entrada contínua de recursos desviados através de medidas jurídicas – como contratos não licitados ou com licitações fraudulentas, preços superfaturados – se aplica com perfeição ao caso do Detran-RS. Entrou água no esquema porque um novo “parceiro” decidiu entrar na fonte e beber da mesma água. As suspeitas aumentaram e o esquemão caiu.

Os operadores do esquema, bem, esses terminam sendo intocáveis.

enviar •
imprimir •






« voltar