Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

A crise dos caça-níqueis no Rio Grande do Sul


Uma máquina de caça-níqueis é flagrante exposto ao olhar de todo cidadão minimamente informado. Trata-se de barulho permanente batendo à porta do secretário Mallmann e seu primeiro escalão afinado com a Polícia Federal.



Bruno Lima Rocha

4ª, 4 de junho de 2008; Vila Setembrina dos guascas do espelho d’água da Barra da Laguna; Continente dos Bravos de Seival; Liga Federal de los Decicidos de Córdoba

A edição do Jornal Nacional de segunda-feira 2 de junho gerou ainda mais crise no governo gaúcho. Desta vez, o Brasil se inteirou de problemas de corrupção nas forças da ordem do Rio Grande do Sul. Os repórteres Guacira Merlin e Giovani Grizotti fizeram uma boa matéria investigativa, gravando imagens e conversas, denunciando a impunidade promíscua de fabricantes e exploradores de máquinas caça-níqueis com agentes das duas polícias estaduais. Veio em péssima hora para o governo de Yeda Crusius. A segurança pública é uma área bem avaliada de seu governo. Se vier a perder esta imagem na opinião pública, será muito incômodo. A governadora já tem problemas de sobra na CPI do Detran-RS

A verdade é que o tema dos caça-níqueis é um problema recorrente. Uma máquina destas, além de ser programada para roubar o dinheiro do apostador, é uma fábrica de suspeitas por três fatores. Primeiro se trata de questão endêmica e implica repressão contra estabelecimentos comerciais, fábricas clandestinas e distribuidores. Segundo as máquinas em geral estão expostas, a olhos nus e a luz do dia. Terceiro qualquer pessoa minimamente informada vai suspeitar de que o funcionamento só ocorre porque há propina e esquema de proteção. Foi justo isso que a matéria conseguiu provar.

Os caça-níqueis também geraram um fato midiático. Quase sempre a mídia local dá manchetes com operações da Brigada Militar ou da Polícia Civil estourando e apreendendo estas máquinas. Agora foi o inverso. Exposição nacional negativa nunca é boa. Fica ainda pior quando os repórteres são da RBS e a matéria é exposta no telejornal de maior audiência no Brasil. Não dá para negar e nem é possível emplacar nenhuma teoria conspirativa. Justiça seja feita, na reportagem o secretário adjunto “matou no peito” e disse que tudo seria investigado. Já o titular Francisco Mallmann, delegado federal, tem experiência no saneamento de problemas internos. É bom que aja logo, antes que outra matéria emplaque em rede nacional.

Este artigo curto, em novo formato (2000 caracteres com espaços) foi publicado originalmente no blog de Ricardo Noblat

enviar •
imprimir •






« voltar