Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

O lixo do lixo – 2


Observamos do gráfico acima a estrutura do Grupo transnacional, com sede na França e controlador dos maiores contratos de limpeza urbana no Brasil



A partir do desastre da licitação em Porto Alegre, pouco a pouco fui me inteirando do outro lado do lixo, da coleta e da reciclagem. Até a “descoberta” do grande cartel operando contra os pequenos cartéis estaduais, a reciclagem era uma frente de luta social, cujo inimigo visível era os donos de ferro velho. Muito além dos aparistas, como são conhecidos os atravessadores de papel e sucata em São Paulo, vamos nos deparando com um verdadeiro conglomerado de capitais cruzados, nacionais e estrangeiros.

Vejamos, para começar a Veja Engenhara ambiental. Esta empresa, fundada por brasileiros, é hoje uma subsidiária do Grupo Suez. Detalhe, este Grupo de matriz francesa e com negócios globais, foi o maior doador da campanha do prefeito atual de Porto Alegre através da subsidiária Veja. Ao poeta José Fogaça aportaram R$ 100.000,00, por dentro e com rubrica. Um valor alto para as regras, mas irrisório para os rios de dinheiro que sempre jorram por fora. A própria Vega (Grupo Sita/Suez), criou uma joint venture, chamada Essencis, em parceria com a Cavo, empresa de limpeza urbana controlada por nada menos que a Camargo Correia. Detalhe, a controladora do grupo no Brasil não é a Vega, mas uma empresa pouco conhecida chamada de Tractebel Energia, subordinada direta da matriz do Sita Suez. Como se não bastasse, a Suez Ambiental fundou algumas empresas em sociedade com as Organizações Odebrecht. Uma delas, seu modelo de negócios, é a Águas de Limeira.

Observando a comunicação institucional das afiliadas da Abrelpe e Abetre, os dois sindicatos patronais da área, vemos afiliações cruzadas, um sem-número de consórcios e joint-ventures. Podemos afirmar sem risco de sermos levianos que a forma de procedimento das empreiteiras dos anos ’80 e ’90, está se reproduzindo abertamente no lixo do Brasil. Dentre as afiliadas da Abrelpe, estão notórias conhecidas como a Leão & Leão de um lado e a Queiroz Galvão de outro.

Diante de tantos interesses cruzados, era esperado que o problema estourasse. E, sendo bem sincero, Garipô saiu no lucro, e Fogaça. A julgar o modus operandi procedente nos casos Celso Daniel e Toninho do PT, a coisa era para estar muito mais feia.

Este lixo só está começando a feder.....

enviar •
imprimir •






« voltar