Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

A arte de narrar uma relação política como algo técnico


O poço do Visconde de Sabugosa se manifesta hoje no balir dos conceitos neoliberais, ruminados pelos especialistas sem nenhuma reflexão além da repetição sem fim. Do jeito que a coisa anda, é melhor consultar o Barão do Itararé para as previsões econômicas.



Desta vez vamos abordar algo de forma conceitual. Não vou falar do Detran-RS, não ainda, não nesta nota. Atenho ao tema econômico, ou melhor, das relações de produção, circulação, geração e administração de bens, serviços e infra-estrutura. Como disse o atual presidente da Anatel e ex-ministro de FHC, Ronaldo Sardenberg, “política e economia é uma fronteira muito tênue”. Muito mesmo. Só resta avisar para os economistas neoliberais e os comentaristas destes economistas na mídia grandona.

Não há negociação sem relação de força. Não há transação econômica que ultrapasse os limites de um contrato moral entre as partes. Não existe modo de produção que não assuma um pressuposto filosófico. Ocultar isso e naturalizar as premissas como algo dado de antemão é absurdo. Não é faltar com a informação, é atentar contra a massa crítica.

Monteiro Lobato disse: “Leia, um país se faz com homens e livros!” E, escreveu o Poço do Visconde, batendo contra a mídia grandona da época, Chateaubriand à frente, onde se afirmava aos quatro ventos que no Brasil não tinha petróleo. Hoje, nas terras de Érico Veríssimo, se afirma o mesmo quando o assunto são as finanças da Província de São Pedro.

Seriam asneiras de focas se não fosse caso pensado e estudado. A premissa oculta é um crime de lesa consciência. Na politologia – conhecida no Brasil como “ciência” política – os neoinstitucionais ocultam a premissa de que para eles, a democracia é um conjunto de regras mais ou menos complexas, pouco ou nada substantivas. No “jornalismo econômico”, a pindaíba intelectual se dá na macaqueada dos papagaios de pirata dos Chicago Boys e seus descendentes.

Não é um caso de polícia, é um caso de Política, com P maiúsculo. Passando longe, muito longe da polititica da política econômica constrangida pela economia política subordinada à econometria financeira. Quanta besteira.

Nota originalmente publicada no portal de Claudemir Pereira

enviar •
imprimir •






« voltar