Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Vermelhos X Azuis no Rio de Janeiro - 1


Da zona de guerra do Borel, partem bondes do terror de todos contra todos. Depois, no carnaval, a Império da Tijuca vai à forra da ausência de alegria. São mais de 600 cenários assim na Cidade Maravilhosa.



Parece inexplicável, mas não é. Nesta última madrugada, diversos ataques ocorreram no Rio e sua Região Metropolitana. A situação é o mesmo absurdo de sempre. Fenômenos históricos, muito conhecidos, que ao serem deixados aos deus-dará, vão se desenvolvendo e complexificando. Depois, bem, depois é agora, com a repetição de em 2006 de junho e julho de 2006.

Há pouco mais de um ano o jornal O Globo deu na capa uma casinha de alvenaria com um Triângulo Verde pintado. No ano de 2000, na implantação do Complexo da Maré e a transferência do famigerado 22º BPM de Benfica para àquela zona, lia-se nas paredes: Comando Azul chegou! Nada disso é novidade, assim como o Inferno de Taubaté gerou e degenerou a geração de fundadores do PCC. Cesinha, Geleião e Playboy (Marcola) foram “hóspedes” na masmorra pós-moderna.

O Estado não se isentou de patrulhar as favelas do Rio. Simplesmente abriu mão do controle para garantir a linha invisível entre o asfalto e o morro. E, na ausência do próprio ente estatal, retorna à cena algo mais do que comum na Baixada Fluminense. Até o final dos anos ’80, naquela região não tinha Comando. Quem mandava era a banca do bicho e a “mineira”. Mineirar é arrecadar extorsão com segurança complementar. Mesmo nas comunidades de favela onde houve guerra entre comerciantes e narco-traficantes, na vitória dos primeiros, de maioria nordestina, quem termina por mandar é a Puliça Minera.

Daí para formar uma “milícia” é um trecho considerável, mas não infindável. Bem, o momento chegou. O controle territorial passa para os “ex-vermes”, gíria da bandidagem ao denominar um agente de segurança do Estado de uniforme azul, cor da PM do Rio. O tema é complexo, mas não impossível de ser decifrado. Qualquer operador, pesquisador ou mesmo curioso bem informado dá conta de interpretar o tema.

Feliz 2007, a mando da “Federação”, jogando pelada com 5,56 mms. contra o Comando Azul.

enviar •
imprimir •






« voltar