Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Cachoeiras de oportunidades políticas

Época

Se a montagem de fotos feita por Época for uma ilustração real do objeto e alvo da CPI de Cachoeira, não restará muito das elites políticas que governam o estado esmeraldino nos últimos quinze anos. E, se for além do que aí está descrito, será uma CPI que se sabe por onde começa e não para onde termina.

12 de abril de 2012,  Bruno Lima Rocha

A Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, criou cachoeiras de oportunidades políticas, mudando drasticamente a conjuntura. Impressiona a capacidade transformadora de um fato midiático à altura da difusão pública das conversas entre o senador goiano Demóstenes Torres (ex-DEM, agora sem partido) com seu conterrâneo – e suposto amigo – Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Se fizermos uma breve digressão antes que os arquivos de áudio “vazassem” da elite policial brasileira para as telas da emissora líder de TV aberta, vamos ver que o governo de Dilma estava indo contra a parede. Era quase um consenso entre analistas (onde este que aqui escreve se inclui) a caracterização de uma possível paralisia decisória em função dos embates do Executivo para com sua base “aliada”. Em poucos dias, a emergência dos fatos evidenciados coloca em segundo plano a estrutura do presidencialismo de coalizão.

enviar •
imprimir •

As oportunidades ocorrem quando os agentes coletivos – no caso, legendas e lideranças – são obrigados a posicionarem-se diante da “novidade”. Na arena do Jogo Real, importa menos os fatos conhecidos do que aqueles tornados públicos. Quando o acusador de estilo lacerdista ganha holofotes negativos, tanto seu partido, como os aliados e adversários se vêem na urgência de tomarem posição. Os oligarcas e as direitas – dentro e fora do governo - poderiam apostar no esquecimento, na operação abafa de sempre, mas se viram ultrapassadas pela contundência midiática e a chiadeira dos opositores de Demóstenes. Agora, com a abertura de processo de quebra de decoro no Conselho de Ética do Senado, e da CPMI (será instalada em ambas as casas) tendo como alvo as relações de lobby informal dos tribunos goianos e o empresário de jogos ilegais, a cancha literalmente se abre.

As peças se movem no Congresso e alguns movimentos da oposição de direita são óbvios. De imediato é buscar o “efeito teflon”, descolando-se dos alvos do julgamento político, que pode não se interromper apenas em Demóstenes. Já os “aliados” de Dilma – incluindo o partido do governo - também terão momentos tensos, pois o objeto da CPI pode transbordar o alvo primário, trazendo memórias nada agradáveis do ano de 2004, assim como relações atuais muito “complicadas”. Quem fatura alto mesmo é a oposição de esquerda, estando o PSOL como paladino da legalidade republicana. O racha do PT pode abrir uma trincheira em cada tribuna, bater dentro e fora do Planalto, ganhando uma visibilidade interessante em ano eleitoral.

Este artigo foi originalmente publicado no blog do jornalista Ricardo Noblat






« voltar