Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Bricolagem midiático-copeira


O filho do maragato Júlio Saldanha, cuja infância foi vivida cruzando coxilha e correndo atrás de bola de meia. Homem valente e sincero, exemplo para todas as gerações de brasileiros.



Começou, não apenas a Copa do Mundo, mas a loucura do país parar para assistir aos jogos da seleção brasileira. É um momento muito interessante, onde todos nos mobilizamos por civismo, uma mescla de ufano-nacionalismo e paixão desportiva. Dois debates se entrecruzam agora. Um, é a administração do futebol brasileiro; leia-se, a política do futebol. Outra, o fato do jogo dentro das 4 linhas, como dizia o saudoso João “Sem Medo” Saldanha. Se o país pára, melhor assim. Frontalmente, sem escusas, assumindo a condição de que respiramos futebol.

Nas entrelinhas da Copa do Mundo, a HDTV, televisão de alta definição vai sendo definida. Sabiamente, o presidente postergou o anúncio do modelo, isto para o dia 29 de junho. Mas, ao que tudo indica, sairá mesmo para os japoneses. Pena e lástima que o melhor do Brasil são os brasileiros, apesar de que alguns “brasileiros” não creiam em nós mesmos. É o mito da burguesia nacional com destino supostamente manifesto à autodeterminação. Que nada pensa o grande investidor. Melhor é se associar aos japoneses, tal e qual nos endividamos nos anos ’50 para trazer as multinacionais automobilísticas; quando se investem menos de 5% do orçamento no quarto setor; quando o mercado universitário perde qualquer correlação com o mercado de trabalho, e tudo isto termina estourando com a genialidade criativa e fantástica dos pesquisadores BRASILEIROS que se debruçaram aprimorando os padrões importados e formando o SBTVD.

A peleia ainda vai se dar pelo SBRD, visando a salvação da lavoura eletromagnética do gênero nascido no país, o da crônica esportiva diária e cotidiana. Por mais que se unifiquem os sotaques com a competência dos fonoaudiólogos da nave mãe, é na locução desportiva do rádio onde se encontra a diversidade. Pena, pena mesmo, que nossa tão amada crônica desportiva, se interesse mais por vender lâmina de barbear e sortear ingresso de motel do que se meter, e de cabeça, nas devidas investigações sobre as contas de João Havelange e Ricardo Teixeira.

Paro por aqui até para não cruzar e antecipar futuro artigo. Esta Nota e as demais que virão enquanto o Brasil durar na Copa do Mundo, vão se debruçar sobre nossa paixão. Isto porque, por mais vazia que seja a cabeça de Ronaldo, estamos muito mais preocupados com a forma física dele do que a do ex-metalúrgico Luiz Inácio. Fica aqui nossa singela homenagem para aqueles que fizeram e grassaram pelos caminhos da escola de gente como o já citado alegretense João Saldanha, o saudoso Sandro Moreira, e o recém falecido Fiori Gigliotti.

enviar •
imprimir •






« voltar