Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

López Rega pós-moderno e querendo ressuscitar


José López Rega, policial e bruxo de Maria Estela e Domingo Perón em seu tristemente célere segundo governo. Encarna as mais terríveis tradições da Conquista.



O sequestro relâmpago por comandos civis ou paramilitares ressuscita na Argentina o pacote completo e fantasmagórico. Los gordos, la Banda, los muchachos de las 62, enfim, a eminência parda do bruxo José López Rega e o legado do pior do Peronismo. É interessante observar o jogo político de transversalidade operado por Kirchner, sua esposa Cristina Fernández e associados. Paralelamente, cresce o entrevero de barras-brava, seguranças e guarda-costas. Enfim, a política argentina segue mais argentina que nunca.

Este ritual implica na forma de fazer política do legado de Perón, passa por massas em disponibilidade, relação direta e inorgânica entre dirigentes e bases, sem constarem muitas instâncias de participação. O custo é algum atendimento de demandas e passível de pressões diretas e pouco lícitas. Parte deste rito, foi sofrido na 6ª dia 2 de março por Carlos Leiva, coordenador do MTD de Lanús, no conurbano Bonaerense e pertencendo a Frente Popular Darío Santillán. Foi “levantado” no caminho para uma reunião e por pouco não se torna “boleta”. Ou seja, por pouco não encontra Darío, Maxi e Santucho no fundo do Riachuelo.

Néstor Carlos Kirchner, ex-corretor imobiliário da província de Santa Cruz e funcionário da transnacional de España Repsol (também presente no Rio Grande), caminha a passos largos a fazer da Casa Rosada e da Presidência um grande condomínio. Se por acaso houver vizinhos indesejados, entra em ação o serviço público cujas entranhas não são para nada publicáveis, a operar de maneira semi-formal com hordas de Patotas, de modo a manter o rito como o de sempre.

Uma medida simples como o concurso público anônimo e universal possa ser uma primeira saída para ajudar a sanear o aparelho de Estado da Argentina. Enquanto isso é bom que a militância ainda independente do governo, se cuide, e muito.

enviar •
imprimir •






« voltar