Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

A lista da cortina de fumaça


Dimas Fabiano Toledo está no olho do furacão. De posse de mais um absurdosalva-guardas chamado habeas corpus, segurou a pressão e não deu um pio. Sempre mais do mesmo em espetáculos "investigativos".

Dimas Toledo e Nilton Monteiro. Esses são os últimos nomes presentes em operações de espionagem política combinada com cobertura e contra-informação midiática. Sem dúvida, a política é algo complexo e cada vez mais parecido com uma fábrica de salsicha.

Ao menos este tipo de "política", onde os agentes coletivos se subordinam a atores que são mais ATORES do que a maioria dos globais contratados pela Record de Edir Macedo. A lista de Furnas é como um novela, mas duas teses a respeito desta "fumaça" tem de ser levadas em conta.

1o.) A lista é falsa, estupidamente falsa, ao menos a lista original.

2o) Alguma lista existe, ou algo semelhante. Nenhuma farsa é tão grande sem ter um lastro de realidade.

É como a "estória" do Dossiê Cayman, o mesmo que projetou o ex-Hoover brasileiro Vicente Chelotti e o atual D-G da PF, Paulo Lacerda. Nilton Monteiro afirma ter listas reais, segundo a entrevista concedida ao repórter do blog do Noblat, Leandro Colón. Segundo a matéria que consta hoje no veículo eletrônico:

" Os tais recibos teriam sido assinados porassessores ealguns dos 156 políticos quereceberam para as eleições de 2002 um total de R$ 36,5 milhões doados pordezenas de empresas brasileiras e multinacionais."

Ou seja, onde há fumaça, há manobra diversionista e também muita fogueira ardendo. Mas o problema é de fundo e temos de encará-lo de frente.

Nos clássicos da política, muitos analistas e pensadores encaram o Estado como um acampamento militar. Modestamente, numa banca de seleção, escutei de um dos papas da "ciência" política brasileira que o "o Estado, em altas esferas, não passa de um bando de ladrões".

Pode ser, mas também é uma mega-rede entramada por interesses conflitantes e congruentes entre distintas coletividades. Sim, enquanto isso, o nome de Furnas chafurda na lama.Justo onome da empresa estatal que garante o fornecimento de energia para o país.

Um conflito tático se desenvolve entre PSDB e PT. Disputam o controle do aparelho de Estado, através do governo da União. O conflito estratégico se dá entre o controle estatal do fornecimento de energia no Brasil, a peleia é entre Furnas-Eletrobrás e as operadoras multinacionais que se adonaram do patrimônio do país.

Triste é o país que conta com uma "esquerda" que se resume a disputar taticamente parcelas de poder e abre mão da estratégia nacional.

Quanto as listas, se deixarem a PF trabalhar, vai sair investigação concreta, como no caso do Banestado. O problema é depois. O resultado do inquérito e das perícias vai sair no meio da corrida eleitoral. Já será tarde, e ninguém assumirá a paternidade da lista.

enviar •
imprimir •






« voltar