Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

A Operação Satiagraha e a crise institucional


O delegado federal Protógenes Queiroz segue a sina de Serpico na terra do engarrafamento. O artigo foi escrito antes do pedido voluntário de afastamento compulsório.



Bruno Lima Rocha

4ª, 16 de julho de 2008, Vila Setembrina dos Farrapos trocados pelo preço do charque; Continente da Província do Eucalipto; Liga Federal de los Pueblos Libres y no de los soyeros

A Operação Satiagraha, encabeçada pelo delegado federal Protógenes Queiroz, aponta uma crise institucional incipiente. Tudo porque as estruturas de poder brasileira não convivem tranquilamente com a possibilidade de punir a sua própria elite.

Através de breve leitura do noticiário podemos ver o tamanho do problema. Basta observar: a equipe da operação atuou bem apesar de parte da direção da Polícia Federal estar em contra; esta equipe requisitou a ajuda de agentes da ABIN por fora dos mecanismos formais; o presidente do STF, Gilmar Mendes, é contestado por seus pares sendo que até uma chance de impedimento paira sobre sua cabeça; o chefe de Gabinete da Presidência, Gilberto Carvalho, fala com naturalidade com um ex-parlamentar a respeito de possível operação de vigilância sobre um alvo de investigação federal; vários congressistas se manifestaram de forma indignada contra o uso de algemas e a pirotecnia pela PF, mas nada pronunciaram quanto ao volume de divisas que evadiram do país. Poderia listar outras dezenas de choques e contradições dentro dos poderes da república, mas os casos acima ilustram o suficiente.

Ao contrário de outros analistas, vejo estes momentos como benéficos. É uma pena que o país não aproveita as situações limite para fazer uma lavagem intestinal. Em outros países latino-americanos, como na vizinha Argentina, a exposição pública das investigações possibilitou o choque necessário para a contestação de um modelo econômico que aposta no descontrole quase total dos grandes operadores político-financeiros. Qualquer agente econômico fora de vigilância fará de tudo para maximizar ganhos e diminuir perdas. Muitas vezes, ultrapassam qualquer limite.

Nenhuma Satiagraha seria necessária se a Operação Chacal, cujos alvos, dentre outros, eram o Banco Opportunity e a empresa de investigação Kroll Associates, tivesse levado a um julgamento conclusivo. Infelizmente de 2004 para cá muita água rolou debaixo da ponte. Nada efetivo o bastante para diminuir o descontrole na disputa corporativa dentro de um jogo sem regras.

Este artigo foi originalmente publicado no blog de Ricardo Noblat

enviar •
imprimir •






« voltar