Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Nem buracobrás nem solução alguma


Desde o governo de Artur Bernardes que a buracobrás é fonte de dor de cabeça. Onde está a RFFSA agora que se lembram do quanto a necessitamos?!

O escândalo do momento é a buraqueira das estradas. É preciso ser justo, este problema não começou nem terminou no governo de Lula, é apenas a continuidade de um modelo de transporte falido, onde todo mundo chora e quem termina por pagar, quando paga, é o usuário ou o Estado.

Mas, dentro da cota de culpa e responsabilidade do atual governo no Planalto, fica uma lição conceitual. Nem para níveis mínimos de gerência pública os eleitores tem condições de influir. Uma das peças preferidas do receituário do COPOM é a DRU, que por sinal é anticonstitucional. Ou seja, para a Desvinculação deRecursos da União destinados pela carta constitucional para saúde e educação aí a regra vale.

Lula e seu núcleo duro somente e tão somente incorporam em sua prática de governo a desvinculação orçamentária segundo o casuísmo do momento. Certo também é que exageram, ao pagarem seviços extras do Ministério dos Transportes e fazerem um auê sem fim no orçamento. Tem rombo e não-chegada de recursos nos ministérios da Defesa, Minas e Energia, Cidades, Meio Ambiente, Fazenda além do próprio MT.

O melhor de mais este desastre público é o interessante uso do sistema Siafi e da Rede Governo. Eis o porque esta página tem este link de capa. Não, não é propaganda oficiosa do Planalto mas sim facilidade de acesso. Voltando às estradas, o imposto sobre combustíveis tem o mesmo fim da CPMF; que nada tem nem de provisória nem está vinculada somente à saúde.

O problema viário no país começa a entortar nos anos 20, governo de Artur Bernardes, quando governar já era abrir estradas. Não por acaso a Ford Motors Co. sustentava este governo que exercia mando sob estado de sítio. Sobretaxar o trabalhador e o consumidor só resulta em algo efetivo quando o recurso está destinado e sem volta. Exemplo é a sobretaxa na gasolina e o imposto sobe autos para levantarmos a Petrobrás.

Como 2006 é ano eleitoral, nada mais louco como uma Buracobrás será criada. talvez vejamos máquinas na pista, mas nada sistemático nem com objetivos de longo prazo. A conta é alta e antiga. Tão ancestral que nenhum candidato, seja ele imigrante, quatrocentrão ou arribista vai sequer pensar em pagar.

enviar •
imprimir •






« voltar