Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Entre carcarás e arapongas


O diretor da ABIN trás a público o dilema da identidade da "nova" agência.

O atual diretor-geral da ABIN, agente especial Márcio Buzanelli, é homem de confiança do EMFA e com extensa carreira no SNI. O Brasil de Lula segue os passos da África do Sul de Mandela, mantendo mais de 80% dos servidores da inteligência, mesmo mudando o regime.

É verdade que entre o apertheid eos regimes ditatoriais latino-americanos há um fosso maior e muito mais profundo. Isto, se comparando o atual regime multirracial sul-africano e as formas de disputa e competição pelo voto em nosso continente. Mas, o Brasil de Luiz Inácio, ao contrário da Argentina de Kirchner, não rompe nem supera o ciclo histórico, garantindo bolsões especializados e de continuidade.

Tanto está ativa a ABIN que sua última grande lambança vinda a público foi justamente o flagrante nos Correios. O uso de irregulares também irregulares perante a lei é uma fábrica de desastres políticos. Mas, tem gente que não aprende....

O intento de mudar a imagem de um órgão assim é válido e corrente. Hoover foi um reformador ao seu tempo; iniciando no serviço de inteligência dos Correios dos EUA, em 10 anos à frente das operações do então Bureau of Investigations, marcou até o padrão de recrutameto. Após o Watergate, o FBI tenta a todo modo livrar-se do fantasma de sua temperamental dirigência histórica.

É no mínimo interessante Buzanelli ir contra a vingança de Dias Gomes.Entre arapongase carcarás, há uma mensagem sutil. O gavião mata e come, ou prende e arrebenta. Resta saber onde? Pedir permissão ao Congresso para fazer escutas é tanto cinismo que beira o ridículo.

Porque com ou sem permissão as mesmas serão feitas. Resta saber se os "carcarás" pedirão auento dos fundos secretos para irem à China e/ou montarem operações nas terras do Tio Sam? Essa seria uma prova de fogo para saber se os 80% de veteranos do SNI operando sob o logo da ABIN são arapongas do ambiente político e econômico do país, ou querem alçar vôos como carcarás da política internacional?!

enviar •
imprimir •






« voltar