Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

No país de Natan Donadon

rondonoticias

Natan Donadon, ex-PMDB e PSC, é conduzido preso. O parlamentar não cassado em plenário representa a excrescência, mas não é nenhuma exceção.

05 de setembro de 2013, Bruno Lima Rocha

 

Agora a lambança institucional está consumada. O STF anulou a sessão plenária que não chegou a cassar o mandato do deputado preso por crime comum, Natan Donadon. Ao que parece, parcela considerável do parlamento segue brincando com fogo. A última semana de agosto mostrou ao Brasil aquilo que as ruas gritaram em junho. O Congresso Nacional, e em particular a Câmara dos Deputados, simplesmente ignora a opinião pública como já dissera o impagável tribuno gaúcho Sérgio Moraes (PTB-RS).

enviar •
imprimir •

Um plenário sem lotação completa consegue a proeza de não cassar o ex-peemedebista Natan Donadon. O deputado por Rondônia, como se sabe, saiu da Penitenciária da Papuda para constranger aos pares que não o cassaram através do rito do voto secreto. Já escrevi para esta publicação incontáveis laudas a este respeito, e seria redundância denominar a tal mecanismo por outro termo a não ser o de excrescência. Desde os episódios o país clama para o fim desta prática de proteção mútua; momento este ainda não atingido. 

 

Já o congressista perdoado é um personagem com o poder de materializar conceitos; analisando-o, podemos observar um espelho da cultura política brasileira. Natan Donadon foi eleito pelo colégio eleitoral de um ex-território federal, que assim como os demais pares da Região Norte, agregou duas tendências terríveis. Suas elites políticas são majoritariamente fisiológicas, e com raras exceções, pertencentes a oligarquias vinculadas aos projetos de expansão econômica oriundas da ditadura e do governo Sarney. Terras da União com títulos suspeitos e manuseio de verbas federais ao bel prazer, além de ligações pouco republicanas com o crime comum e disputas de sangue não são coincidências e nem tampouco exceções. Isto se materializa no caso do senador Olavo Pires, favorito para o segundo turno nas eleições para governador do estado, assassinado em outubro de 1990 em frente a uma de suas empresas, na capital Porto Velho.

 

Natan, condenado por crime comum tem outras duas “virtudes”. Conseguiu ser expulso do PMDB; legenda com o peso de cardeais da Amazônia Legal, como Valdir Raupp, Romero Jucá e Jader Barbalho. Além disso, pertence à bancada neopentecostal, atendendo sob o eufemismo de “evangélica”. Foram os votos dos aliados de Marco Feliciano, ou ausência destes, que o salvaram.

 

Quando um plenário incompleto não cassa seu mandato, os parlamentares legitimam a ira das ruas reclamando da péssima qualidade da representação política. Natan Donadon, não foge a regra, apenas a exagera.

 

Este artigo foi originalmente enviado para o blog de Ricardo Noblat

 






« voltar