Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Dirceu e a sombra de Lula

Vejam a que ponto chegou o ambiente político do governo central. Recebi este comentário de gente muito bem informada. Esta suposta informaçãosegundo os clássicos yankees, inside information - veio direto da cozinha do inferno.

Em Brasília, petistas comentam, em voz bem baixinha, que saiu do saco de
maldades de Dirceu a denúncia dos milhões de dólares cubanos, que
alimentaram a campanha do PT em 2002. Dizem que é um recado a Lula ,e que
pode vir muito mais,se for cassado. Seria uma espécie de " adiantamento de
capítulos" do livro, que pretende publicar. Será?! “

Várias perguntas; este livro que trata a nota é a autobiografia autorizada, a ser escrita por Fernando Morais? Ou “o livro” é um termo obscuro para retratar, de forma pública, a luta nas sombras dentro da cozinha política do PT. Dirceu comanda o aparelho, através de uma hegemonia disputada, mas Lula comanda o Executivo do governo central. Lula não se atirou por Dirceu, e o dirigente-criador sente-se traído por sua criatura.

Os dados e detalhes dos dólares cubanos trafegando pelo Brasil são verossímeis. Trabalho bem feito e compartimentado. Mesmo que não existam, e cremos que é uma ilusão pensar que eles existem, algo bem próximo deve existir. Ou seja, a rota narrada deve ter acontecido, agora alternada por rota alternativa. Dólares talvez não, mas a rota sim. E algo foi levado e trazido, como sempre é.

Uma diferença de modus operandi, tem Dirceu para Morais. Era mais sutil o esquema nas prefeituras e estados que o PT governava. Mas, o esquemão do Quércia, no auge quando Aloísio Nunes Ferreira era seu homem forte, durou mais tempo. Bomba relógio programada para explodir em 3 anos, foi detonada no colo do ex-tenente da PM de São Paulo, sobrinho do delegado notório, Luiz Antônio Fleury Filho.

Morais e Dirceu se encontram, enfrentando publicamente a Herr Bornhausen e Corleone Serra. Nas sombras, jogam contra Lula e Palocci, que se escoram respectivamente em Sarney e Meireles.

História sem heróis, tem conspiração de sobra, pena que não é brincadeira, tudo pode ser verdade.

enviar •
imprimir •






« voltar