Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

A prisão de DSK e a desinformação especulativa

bahiaeconômica

Dominique Strauss-Kahn era o até então todo poderoso diretor-gerente do FMI, a pôr de joelhos os povos europeus e suas soberanias decisórias. Após mais este “escândalo”, DSK já não é mais o favorito dos “socialistas” para a disputa das eleições francesas.

19 de maio de 2011, da Vila Setembrina, Bruno Lima Rocha

Dominique Strauss-Kahn, diretor-gerente do FMI, haveria cometido um ato criminoso ao assediar e submeter sexualmente a uma camareira de hotel cinco estrelas. Se o todo poderoso do órgão multilateral de financiamento do capitalismo tivesse um caso com a moça, o tema seria de ordem privada. Como ele tentara impor sua vontade, em sendo provado, isto se caracteriza em agressão.

enviar •
imprimir •

Não dá para discutir o valor- notícia do fato em si, mas sim as estapafúrdias interpretações macro-econômicas derivadas do desvio de conduta do diretor-gerente. Qualquer pessoa a ocupar uma posição-chave em instituições de projeção mundial torna-se alvo da mídia. Já as conjecturas derivadas do ato são – além de falta de cientificidade nas afirmações – pura especulação. Desde que o caso foi para as manchetes e escaladas, de tudo um pouco já foi publicado pelas agências internacionais e tristemente replicado pelos grandes jornais e sítios de informação no Brasil.

Já li que sua prisão irá abalar mercados e aumentar o endividamento europeu e, no mesmo dia, pude ler manchete exatamente oposta. O mesmo se dera em relação ao valor do euro, cuja moeda poderia ser desvalorizada caso o ex diretor-gerente fosse mantido preso. Apesar de nada disso representar necessariamente uma novidade no desenvolvido do pensamento neoliberal, replicado em formato de jargão do economês baseado em princípios doutrinários neoclássicos, trata-se de séria ameaça à compreensão dos públicos leitores.

Vive-se uma era de paradoxos. A especulação existe a mais tempo do que o próprio capitalismo, e, apesar disso, as inovações financeiras de risco (eufemismo usado para ativos podres ou tóxicos) nunca foram tão atacadas em seus princípios doutrinários. O mundo governado por gente como DSK gerara um endividamento absurdo nos países europeus e nos EUA, rombo este agravado ao transformarem os Estados na zona euro em pagadores de última instância e fiadores da jogatina promovida pelas instituições bancárias. O FMI opera hoje em países europeus endividados como um interventor coordenado com a Comissão Econômica da Comunidade Européia rumo ao desmonte do Estado de Bem-Estar Social.

A única ilação possível seria correlacionar o fetiche do poder de DSK com o comportamento predatório da instituição que ele dirige. Como isso não foi feito, só restara especulação jornalística através da cobertura do ato criminoso de Strauss-Kahn, promovendo desinformação aos leitores e desserviço para a soberania popular das democracias.

Este artigo foi originalmente publicado no blog do jornalista Ricardo Noblat






« voltar