Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Sarney e as instituições políticas arcaicas

onordeste.com

ACM e Sarney materializam, física e ideologicamente, o autêntico arcaísmo das instituições políticas e das estruturas de mando na sociedade brasileira.

25 de abril de 2013, Bruno Lima Rocha

 

Na última segunda-feira, 22 de abril, José Sarney de Araújo Costa, ex-presidente da Arena, fez uma declaração antológica quando de sua passagem em Porto Alegre.  O acadêmico, literato, controlador de mídia, bacharel em direito e senador da república (PMDB/AP) afirmou que as instituições políticas brasileiras remontam ao século XIX. Ao caracterizar este arcaísmo, fundamenta ser muito difícil a aprovação da reforma política. Poucas vezes uma fala descompromissada cumpriu o papel de auto-análise como nesta ocasião. Desnecessário traçar aqui uma pequena biografia do político oriundo do PSD maranhense, que após desentendimento com um cacique local, integra a ala bossa nova da UDN - então capitaneada nacionalmente por Carlos Lacerda - fazendo de si e sua família ampliada um fiel e valoroso braço civil da ditadura militar.

enviar •
imprimir •

Surpreende a afirmação acima pela sinceridade. Se há alguém que remonta as piores tradições do mandonismo brasileiro, onde a fronteira entre o bem público e o usufruto particular é nula, este é o ex-presidente do Senado. Consideremos que nosso país nasce desta tradição evocada no início do século retrasado, quando os proprietários de escravos – “nobres” parlamentares se auto-representando – concordaram com a unidade territorial do Império em troca da manutenção da escravatura. São estes os predecessores dos coronéis brilhantemente descritos por Victor Nunes Leal e cuja versão contemporânea encarna em personagens da estirpe do escritor de Marimbondos de Fogo.   

 

Sarney não é um sobrevivente e tampouco um equilibrista. Ele é a personificação da política profissional brasileira, tendo a mais longa carreira em atividade no Brasil. Tamanha é sua desenvoltura na função que inspira livros de investigação jornalística e de análise institucional. Toda vez que tenho de materializar o conceito de cultura política paroquiana, fisiológica, patrimonialista regida por relação de clientela, o candidato a vice de Tancredo Neves no colégio eleitoral ganha presença em sala de aula. A cada semestre, ao ter de abordar o tema da transição democrática e do pacto intra-elites inspirado na mudança de regime na Espanha, o ex-governador do Maranhão e presidente da república sem haver sido eleito, é citado. 

 

Sarney é quase onipresente, tendo apoiado a ditadura e com participação em todos os governos centrais do país de 1985 até o presente. Se alguém personifica a permanência das relações políticas do século XIX no Brasil, este é o maranhense senador pelo Amapá.   

 

Artigo originalmente publicado no blog do jornalista Ricardo Noblat






« voltar