Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Petrobrás, paraíso da Halliburton


Petrobrás com 49% de controle privado + Halliburton dentro da empresa = roubo de segredos industriais e a pasmaceira burocrático-policial de sempre. Não tem final feliz na Ciriana Tupiniquim.



Mais uma vez, a estupidez se revela na aplicação dos critérios chamados “técnicos”. No caso, não se trata de privatização com outros neologismos, mas da venda de segredos industriais, acúmulo de anos de esforço e pesquisa. Toda corporação que se preste defende os seus segredos à morte. Nenhuma agência de (des)regulação consegue acessar os planos de negócios e os balanços verdadeiros das empresas que supostamente a agência deveria regular. Quando a lógica é inversa, com a defesa de segredos de Estado latino-americano ou estatais de grande volume e importância, como a Petrobrás, a lógica funciona de modo inverso.

O caso da Petrobrás vai ao encontro do que falamos acima. Como pode, em sã consciência, o encarregado de segurança orgânica da maior empresa do país, permitir que a financiadora da CIA e da Guerra do Iraque transporte valores e dados sigilosos de uma possível rival? Porque a Halliburton é encarregada de transportes internos da Petrobrás? Quem assinou este contrato? Quais eram os responsáveis de dia? Quais supervisores tinham o controle destas rotas no dia do roubo? Quantos funcionários ou pessoas ligadas a Halliburton deixaram o país logo após o ato de espionagem industrial? Houve vigilância de aeroportos pelo menos?

Se não teve nada disso, e não teve mesmo, então todo o esquema da interna da PF continua. Como na época de Chelotti e o CDO, onde os arapongas da Federal iam treinar em Langley primeiro e na APF depois! Num país sério e com vocação petroleira, já teriam mais de 50 em cana, com todos os sigilos quebrados!

Para o lado B de sempre, uma mescla de colunistas neoliberais e pós-Paulo Francis e politólogos neoinstitucionais e pós-transitologia, não afirmarem demencialmente que estou pegando carona na onda do noticiário, lembro abaixo da Nota de 19 de setembro de 2006, com o título de Ciriana Tupiniquim e a farra no Brasil. Profecia maldita quisera eu estar errado neste momento.

Parece que a lição do atentado contra a Base de Alcântara não foi o suficiente!

enviar •
imprimir •






« voltar