Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Retomada mirando ao sul


É costume de um governo ter algum apoio empresarial em contra da oligarquia tradicional. Uma nova fração de classe dirigente baila de cola atada com a fração de classe dominante em ascensão. É o caso do grupo de mídia de Fasano, jogando ao lado de Tabaré, mas se contrapondo aos jornalões de sempre.



Após um período de recesso e outro com problemas de ordem técnica-administrativa, retomo a contribuição neste portal que tanto gosto. Seguindo na crítica da mídia, busco a comparação com a imprensa da Banda Oriental. Trago algumas observações, não mais que isso:

1- Temos a falta de semanários aqui na Província de São Pedro. Uma revista publicada com papel jornal é algo importantíssimo. Embora não tenha mais de 3 milhões e meio de habitantes, o vizinho Uruguai tem dois semanários importantes. Brecha marca pela esquerda e Busqueda pela direita. No RS, com quase o triplo de população, não há sequer um semanário de circulação estadual. Cai de maduro ocupar este espaço.

2- A posição de quem escreve tem de ser pública. O pior jornalismo é aquele sob manto da neutralidade. Quem estudou minimamente a história sabe que informação precisa e correta é uma coisa, e imparcialidade é outra. Não tem problema saber que fulano tem determinada afiliação e beltrano tem outra. O problema é não saber e ter de adivinhar.

3 – As premissas ocultas são cada vez mais insuportáveis. Quando alguém com Phd em gestão-logística-administração-privatização afirma um pressuposto de filosofia política, como são as máximas do neoliberalismo e todos temos de engolir que são afirmações “técnicas” e não políticas. Não que a mídia uruguaia não sofra de falácias, mas como o país é menor e a alfabetização intensa, um povo letrado e mais difícil de ser ludibriado. Na Província de São Pedro, a gigante RBS pauta a tudo e a quase todos. A mídia que com ela concorre, em geral, disputa também o papel de quem é mais serviçal aos poderes de fato e ao capital transnacional. Triste papel.

4 – Equilíbrio de posições e oferta jornalística. Na Banda Oriental, a TV do Estado (TNU e rádios do Sodre) e a TV Ciudad (Montevidéu) peleiam a audiência com os canais 12, 4, 5 e 11 de Punta del Este. No cabo, cada um dos poucos expectadores é disputado. Tem de tudo um pouco, mas é melhor do que não ter quase nada. Por pior que seja a mídia eletrônica dos vizinhos, perde em qualidade técnica, mas supera a nossa em conteúdo.

5 – Por fim, a oferta de mídia impressa é muito melhor. Jornais diários que pautam o país são três: La Republica, El País y El Observador. Ao menos o primeiro flerta com a esquerda, mesmo a esquerda lavada da Frente Ampla. Aqui no RS, bem, deixa pra lá....

Nota originalmente publicada no portal de Claudemir Pereira

enviar •
imprimir •






« voltar