Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Saiu o Repórter Popular No. 05!!!


O espírito do Repórter Popular vai ao encontro dos históricos semanários de oposição dos anos ’70 e ’80. Fica aqui nossa singela homenagem ao Coojornal, pequeno mas valente, como tantos outros.



Abaixo está postada a Coluna de Estratégia & Análise no brioso Repórter Popular, Ano 2, No. 05, página 2, que acaba de sair do forno. A imprensa dita nanica, ou alternativa, ou o jornalismo popular, insiste em remar contra a maré, mas não se rende. Na tarde e noite desta 5ª dia 3 de abril, a equipe de redação do Repórter Popular estará “lançando” o jornal em plena Esquina Democrática. No coração da capital gaúcha, no cruzamento da Borges com a Rua da Praia, a partir das 17h15m, trabalhadores, de mídia, comunicação, cultura e opinião vão estar de peito aberto para defender suas idéias e seu veículo. A nota abaixo é um aperitivo do quinto exemplar impresso. Boa leitura, e que João Sem Medo Saldanha e Rodolfo Walsh nos protejam.

Pampa, eucalipto e mulheres de fibra

Malandragem de papel

A lei brasileira proíbe empresas estrangeiras de possuir terra nos 150 km a partir da linha de fronteira. Dando uma volta no país, a transnacional Stora Enso comprou mais de 50 fazendas, ultrapassando 45 mil hectares de área. O equivalente a 45 mil campos de futebol! A firma sueco-finlandesa foi malandra, mas sincera. Abriu uma firma laranja, a Azenglever Agropecuária e pôs seu diretor florestal e vice-presidente como donos. Depois, escancarou o esquema em sua página oficial. Disse que a solução foi uma meia boca até a lei mudar. Santa sinceridade!

Laranjas do eucalipto

O resultado da malandragem acima foi a maior concentração nominal de terras da história do Rio Grande. Hoje, os dois laranjas da Stora Enso, João Fernando Borges e Otávio Pontes, são os maiores latifundiários do estado. Na verdade, ambos são funcionários dedicados, que emprestaram seus CPFs para que uma das maiores empresas florestais do mundo avance sobre o território gaúcho, sugando nossos recursos naturais. É pena tanta dedicação para ajudar a vender o país.

Censura, pauleira e virada no Pampa

Na madrugada de 4 de março, 900 mulheres e crianças da Via Campesina ocuparam uma das fazendas da Stora Enso. A Brigada desceu a lenha e até a imprensa foi proibida de registrar a carnificina. A resposta veio na quarta 5 de março, quando mais de 8 estradas foram bloqueadas por sem-terras. Na capital, um ato da Resistência Popular, Catadores e Oi Nóiz atingiram o fígado do governo, em pleno Teatro São Pedro. No dia seguinte, os trabalhadores desempregados promoveram 6 atos de protesto contra o aumento do custo de vida. Assim ainda vai dar para virar a mesa.

enviar •
imprimir •






« voltar