Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

O MPL, Dilma e o bode na sala


O Movimento Passe Livre se reuniu com a presidenta Dilma Rousseff para apresentar várias propostas e que uma delas o transporte público deve ser um direito e não um negócio.

26 de junho de 2013, Bruno Lima Rocha

A reunião que o Movimento Passe Livre (MPL) teve com a presidenta Dilma Rousseff, ocorreu na 2ª (24/06/2013) e antecedeu o encontro da ex-ministra da Casa Civil de Lula com governadores e prefeitos de capitais.

enviar •
imprimir •

Ao mesmo tempo em que seria uma leviandade não reconhecer a importância das duas reuniões, me deixa muito mais esperançoso a postura pública do MPL do que os cinco pontos do projeto de Dilma para, em tese, tirar o país do impasse.

A delegação do Movimento foi conversar com a chefa do Poder Executivo, apresentou propostas, sondou se Dilma conhecia as bases do movimento (desconhecia) e saiu com a impressão de que nenhuma medida concreta estava por vir.

Quando a Presidência considera alguma demanda como razão de Estado, abre o leque de manobras para tornar possível tal realização. Assim vem sendo com as obras da Copa e o mesmo se dá com a Usina de Belo Monte, apesar dos impactos e danos ambientais irreversíveis em consequência disto.

Na expansão da base produtiva do agro, os direitos dos povos indígenas são repetidamente atropelados, assim como os ribeirinhos e quilombolas. Poderia elencar dezenas de decisões baseadas na dita racionalidade, a que atende a demandas de grandes grupos econômicos e são sustentadas por uma plataforma ideológica de desenvolvimento capitalista subordinado.

Desta vez, apesar de toda a confusão nas ruas; da mescla entre civismo e luta popular; da grande mídia haver insuflado os elementos despolitizados, aumentando a perda de foco; do equívoco entre movimento não partidário para uma postura totalizante anti-partidária, vejo realmente uma luz.

Após a instância com a presidenta, os delegados do MPL não ficaram nem impressionados com a dimensão que a luta tomou e menos ainda saíram de guarda baixa. É interessante notar a boa capacidade de articulação entre o embasamento teórico da causa defendida (o transporte como um direito e não como um negócio) e as relações com as outras demandas não atendidas na última década.

Após dez anos de co-governo do PT e outros partidos que outrora foram de esquerda, sempre aliados com o pior das oligarquias brasileiras e seus grandes agentes econômicos, os movimentos populares quase se desconstituíram.

É da natureza da política que as novas formas de organização social advenham de frentes sociais não manipuláveis. Na semana em que o Planalto e seu marketeiro de plantão colocam um bode na sala, no auge da paranoia dos “golpes cibernéticos”, realmente a melhor notícia é que o MPL não vai capitular.

O artigo foi originalmente publicado no blog do jornalista Ricardo Noblat






« voltar