Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Anac, José Dirceu, Berezovsky, caos aeroportuários e outros mistérios - 1


As filas sem fim, obra do descaso e da incapacidade de regulação da Anac, supostamente uma agência reguladora da aviação civil ainda militarizada.



O Natal do ano de 2006 teve uma característica no mínimo inusitada. Já na semana anterior das festas, o sistema aéreo brasileiro entrou em pane novamente. Não basta acusar os controladores ou mesmo a militarização. A crise resulta em demanda reprimida, irresponsabilidade gerencial do governo e uma lacuna aberta pela falência da Varig. Esta última, apesar da incompetência e esbanjamento, no plano operacional, era muito superior à empresa Transportes Aéreos Marília, a TAM.

Durante o ano eleitoral, José Dirceu participou de algumas estripulias. Dentre elas, além da articulação com a EBR de Eike Batista (e qualquer semelhança com o Dossiê Vedoin, podem verificar, não é mera coincidência), uma mui rara e esquisita triangulação. A figura geométrica partia da TAM, atravessava a presença estranha de Berezovsky no possível refinanciamento e compra da empresa Viações Aéreas Rio-Grandenses e passava pela afirmação da TAM como maior empresa nacional de aviação civil e comercial. Assim como estas misteriosas negociações tipo-negociatas na tem explicação publica, o mesmo se dá quando a crise estoura na ponta do sistema. Ou seja nos aeroportos onde nada nem ninguém informa coisa alguma e nestas dúvidas abaixo:

Como e porque a maior empresa nacional comete seguidamente o famoso “overbooking”?

Como e porque somente no pico da crise a Anac tomara uma atitude obrigando a empresa TAM a parar de vender passagens aéreas sem lugar correspondente nos vôos?

É certo, o sistema aéreo brasileiro, com demanda reprimida, convivendo com sua absurda e ainda existente militarização leva o país ao caos. Mas, ao longo de 4 anos, deu tempo de sobra para criar e formar uma escola de aviação civil, de nível técnico e que possa suprir a carência de controladores que antes passam somente pela EEAR em Guaratinguetá. Não pode ser que o gênio nacional, criador de um parque aeronáutico, do ITA e da Embraer não consiga dar conta de suas próprias inovações tecnológicas!

Será a sina de um governo fraco e com articulações nebulosas sempre prejudicando ao próprio país?! Não querendo parecer antinacional, mas imagino, apenas supondo, o que aconteceria se estes atrasos se dessem em Ezeiza. !Ay mamita querida!

enviar •
imprimir •






« voltar