Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

A Ação Penal 470 e a derrota da esquerda

g1

A trajetória original deste homem, José Genoíno, fichado pelo DOPS em 1968, contradiz o destino do deputado federal e ex-presidente nacional do PT, hoje preso no semi-aberto do Complexo da Papuda. Na foto consta um militante que veio a ser preso político. Hoje, trata-se de outra causa.

21 de novembro de 2013, Bruno Lima Rocha

 

A esquerda brasileira teve seus referentes forjados na geração que rompeu com a linha de Moscou e confrontou a ditadura sem aderir ao bipartidarismo fajuto dos militares. Hoje José Dirceu e José Genoíno não estão nas matas do Araguaia, em aparelhos clandestinos de Rio e São Paulo, não passam agruras nas masmorras do DOI-CODI ou intentam retornos do exílio cubano. Compartilham uma ala do semi-aberto no Complexo da Papuda, em Brasília, arrolados na mesma Ação Penal com um homem da tropa de choque de Collor, banqueiros, publicitários com agências duvidosas e estão respondendo por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção. Como dói escrever isso.

enviar •
imprimir •

Sejamos francos.  Não foi a primeira vez que houve compra de voto singular no Brasil pós-ditadura e ninguém do Centrão da Constituinte ou da base governo FHC quando da emenda da reeleição foi condenado. O processo de formação de maioria através de remuneração regular foi inventado no governo tucano mineiro do hoje deputado federal Eduardo Azeredo, quando de sua campanha para reeleição em 1998. Após o episódio do PT, veio o DEM retomando o nefasto modus operandi durante o governo distrital do ex-senador José Roberto Arruda. O Supremo tem o dever de julgar o caso mineiro e proceder com a punição adequada.  Senão, entrará para a história como uma corte de julgamento político, sendo liderada por um procurador com ímpetos bonapartistas. 

 

Confesso que o tema é cansativo, mas a responsabilidade nos obriga a fazer a crítica por esquerda, dos caminhos absurdos tomados por ex-socialistas após se institucionalizarem fixando dois objetivos.  Primeiro, a vitória eleitoral a qualquer custo, e esta veio pela conciliação de classe, com direito a campanha de Duda Mendonça e propaganda de dupla sertaneja. Depois, seguiu-se com a tal da governabilidade e o presidencialismo de coalizão. Este teve (e tem) um preço alto e complexo, passando por loteamento de ministérios, Caseirogate e a agenda de Jeany Mary Corner, além de atos como os que resultaram na condenação.

 

Para alimentar o andar de cima, pacotes de “bondades” empresariais e lucro líquido estratosférico para bancos e agro-negócio. Já para acalmar o andar debaixo, uma crise de representação social e a derrota ideológica encarnada em dois dirigentes rodeados do pior do Brasil, matando no peito o abandono de seu líder “autêntico”, Luiz Inácio, e tomando como tarefa histórica operar no jogo sujo da política como ela é. Esta derrota ideológica vai demorar a cicatrizar. 

 

Este artigo foi originalmente publicado no blog de Ricardo Noblat






« voltar