Estratégia & Análise
ISSN 0033-1983
Principal

Artigos

Clássicos da Política Latino-Americana

Coluna Além das Quatro Linhas

Coluna de Rádio

Contenido en Castellano

Contos de ringues e punhos

Democracy Now! em Português

Democratização da Comunicação

Fale Conosco

LARI de Análise de Conjuntura Internacional

NIEG

Original Content in English

Pensamento Libertário

Publicações

Publicações em outros idiomas

Quem Somos

Sobre História

Sugestão de Sites

Teoria



Apoiar este Portal

Apoyar este Portal

Support this Website



Site Anterior




Creative Commons License



Busca



RSS

RSS in English

RSS en Castellano

FeedBurner

Receber as atualizações do Estratégia & Análise na sua caixa de correio

Adicionar aos Favoritos

Página Inicial




































































































































































































































































































































































































































































































































































































" target="_blank">



















































































































































































































































]> &acunetixent; " target="_blank">

























































































prompt(941983)" target="_blank">





































































































































































































































































































































Artigos •
Para jornais, revistas e outras mídias •

Micro-crédito Nordeste-Nordeste - 2


O exemplo de um homem como Gonzagão não pode ser mero folclore. Tem de ser seguido pelas instituições bancárias, justo as que controlam o dinheiro público.

Dando sequência ao tema, partimos para uma idéia propositiva. Os estados da Região bem poderiam instalar agências de captação de recursos, cujo público alvo são os próprios conterrâneos que migraram para o Sudeste, para o DF e para outras Regiões. O Norte, por exemplo, vêm sendo povoado há mais de 100 anos por retirantes nordestinos. Uma empresa tipo mista, com recursos do BnB, dos Bancos estaduais que ainda restaram e vinculadas às secretarias estaduais de comércio, indústria, agricultura, pesca e desenvolvimento do NE.

A baliza e garantia desses recursos captados, bem poderia sair do mesmo BnB e fundos adjuntos. Os mesmos recursos do Fundo Constitucional para o Nordeste, que hojefinancia hotéis de 5 e 4estrelas na orla de Natal e Fortaleza, voltariam para os que esta riqueza construíram. O público alvo da captação de recursos para este micro-crédito seriam os pequenos empreendedores formais e informais e trabalhadores com economias guardadas após décadas suando. Eles existem, seus recursos também, e o país se dá ao luxo de não investir no retorno destes capitais para áreas mais que necessitadas.

Simultaneamente ao Fundo Nacional de Infra-Estrutura, o Fundo Regional de Cooperativismo, pró-Cooperativa e Agricultura Familiar, ou um outro nome semelhante, dorme em berço esplêndido esperando que a instituição bancária pública sirva para captar o recurso de Trabalhador-para-Trabalhador. Fundos de Renda Fixa, compra com taxa pré-fixada dos títulos de dívidas públicas estaduais, popupança regionalizada com ganhos acima da média nacional; váriaspropostasde solução direta poderiam ser apresentadas. O dinheiro captado seria visto como investimento com fim social e não apenas jogatina financeira oufilantropia.

Dinheiro e liquidez há obra e abunda no Brasil de hoje. Os lucros da Banca estão dados, falta é intenção e vontade política de favorecer aos que mais contribuem para a riqueza nacional.

O destino do dinheiro captado, pode ser micro-regionalizado. Não somente em um município, mas em consórcios municipais com a exigência de formação de Cooperativa ou Micro-empresa com fim social. Poderíamos projetar rapazes e moças estagiários de administração, contabilidade e economia, filhos e netos de migrantes, fazendo corretagem de valores em favelas e periferias oa invés de venderempréstimos de agiotagem oficialpara aposentados e pensionistas.

Para concluir, bastaria seguir o exemplo do velho Lua, o senhor Luiz Gonzaga, que após 4 décadas ralando com sua sanfona retorna a Exu/PE, a seu pé de serra e empreende seus recursos em sua área de origem. Homem de muita fé e talento, O Gonzagão sabia muito bem o que fazer.

enviar •
imprimir •






« voltar